Hoje vamos falar sobre a calibragem certa para os pneus. Se você usar a calibragem errada pode prejudicar a vida útil do pneu, além disso seu carro pode sofrer aquaplanagem, causando um acidente. Então tome cuidado, não calibre sem ter certeza!
O ideal é calibrar o pneu quando ele estiver frio, sendo assim, antes de rodas mais do que 4km.
No manual do carro vem marcando a calibragem certa para o seu carro, então, vá a um posto de combustível, coloque o valor na bomba de ar, retire a tampa da válvula e coloque a mangueira de ar, quando o pneu estiver calibrado a bomba de ar apita.
E para finalizar, se o carro esta muito pesado, verifique no manual o valor a ser colocado na bomba de ar quando o veículo está com sobrepeso, assim, você pode viajar tranquilamente.


Hoje vamos falar sobre qual tipo de bateria é mais ideal para o seu automóvel, a bateria selada ou a não selada..
A bateria selada não exige manutenção, os fabricantes garantem que a água da bateria dura o mesmo tanto que a vida útil da mesma, sendo até 4 anos, se for bem cuidada. Porém se acontecer algum tipo de sobrecarga a água desaparece e acaba danificando a bateria, pois não existe forma de colocar água ou verificar o seu nível.
Já a bateria não selada, exige manutenção, o nível de água precisa ser verificado todo semestre e se o nível da água sempre estiver completo, a bateria dura até 4 anos, se for bem cuidada.
Sabendo disso, as seladas, são mais convenientes pelo fato de não precisarem de manutenção, e as não seladas necessitam de manutenção a cada seis meses no máximo.


Muitas vezes levamos o carro na oficina para fazer um alinhamento ou balanceamento, porém o mecânico faz uma lista de inúmeros reparos que precisam ser feitos, que você chega até se perguntar como o carro chegou até lá. Hoje vamos dar algumas dicas para não cair na conversa mole..
Uma das primeiras perguntas é: quanto tempo dá para rodar com o carro do jeito que está. Se não for caso de emergência, leve a um mecânico de confiança.
Avise que levará a peça antiga embora. Isso evita que eles tentam dar um golpe, pois ficam com medo do cliente levar a peça usada para alguém de confiança e depois volte solicitando o dinheiro de volta.
Se você sempre faz manutenção preventiva, desconfie das listas de consertos, pois não a motivos para seu carro ter inúmeros reparos.
E o mais importante é ter um mecânico de confiança, um profissional que fale exatamente o que seu carro tem, sem enganação, ou então que escute o seu diagnóstico por telefone e garanta que você pode andar com ele sem que corra algum risco.


Não tem coisa pior que furar o pneu no trajeto de um compromisso, mas, se você tem um estepe e um macaco, é fácil de trocar. Para realizar esta troca é importante ter um macaco hidráulico, pois é mais prático e seguro. Ele possui manivelas que são como alavanca. Não precisa de muita força, só é preciso levantar e abaixar.
Existem dois tipos de macacos hidráulicos, o macaco jacaré, consegue levantar automóveis de até 2 toneladas em sentido lateral. E possui rodas para ajudar com o deslocamento do veículo. E o macaco garrafa, ele consegue levantar automóveis de até 15 toneladas.
Existe também o macaco joelho e macaco sanfona, que são mecânicos. O macaco mecânico, funciona como os outros, porém alguns motorista tem receio de usar este tipo de ferramenta, pois, temem que danifique a lataria do automóvel. O macaco joelho composto por uma manivela, alavanca e canaleta de apoio. Macaco sanfona levanta o carro lateralmente quando faz pressão para cima, ele possui uma sistema de movimentação de alavancas.
O macaco elétrico é bastante prático, ele levanta a roda do automóvel sem esforço algum do motorista, pode ser instalado na bateria do carro ou no acendedor de cigarros, ou pode ser usado manual.


Todos os carros têm uma bateria recarregável de 12 volts, ela sustenta tudo que for elétrico, o rádio, os faróis, sistema de ignição, computador de controle do motor, GPS e afins. Sendo assim, é uma ferramenta de muita importância. Se a bateria estiver descarregada o carro pode não funcionar. A maioria do carros possuem alternador e um regulador de voltagem, mantendo a bateria carregada para gerar eletricidade para o automóvel, um alternador simples produz cerca de 500 a 1000 watts.
A luz de bateria no painel é um alerta de falha no sistema de carga. Um circuito verifica a voltagem que o alternador esta produzindo e se estiver baixa a luz acende.
Se o automóvel estiver operando normalmente e a luz de bateria estiver acesa no painel, pode ser que esta utilizando a energia armazenada da bateria. Porém se a bateria acabar totalmente ele não irá operar mais, até que a mesma seja recarregada novamente.


Se receber multas já era algo ruim, a partir de agora ficou pior ainda, pelo fato de ter aumento o valor a ser pago. Porém um novo aplicativo foi lançado e vem para ajudar os motoristas que cometeram alguma infração de trânsito. Os boletos e notificações poderão ser acessados e pagos com antecedência, sendo assim, gerando um desconto de 40%.
O aplicativo já foi lançado para Android e iOS, porém para computadores será lançado apenas dia 15 de novembro.
A opção de receber multar e notificações pelos Correios permanecerá. E quem preferir pagar as multas pelo aplicativo, terá que realizar um cadastro para a alteração do acordo.
É importante lembrar que o desconto não é acumulativo com os 20% de quem paga multas impressas. E este direito não vale para quem irá recorrer à multa.


Se você tem o hábito de andar com o carro na reserva, mude. Este costume é prejudicial e você pode ficar na mão, ao acabar o combustível. E caso isso ocorrer, é possível que receba uma multa.
Segundo as montadoras, a reserva não é tanque extra, ela é para acender o painel do carro e avisar a falta de combustível.
Ao andar com o tanque vazio, pode prejudicar a bomba de combustível, pois ela fica localizada dentro do tanque e utiliza o combustível para se refrigerar, porém se o carro estiver na reserva, ela não tem como resfriar e acaba sofrendo um superaquecimento. Além disso, pode atrai sujeira para a bomba, essas sujeiras misturam com o restante do liquido e são enviadas ao motor, causando falhas e danos.


Hoje vamos falar sobre a diferença entre os motores turbos e aspirados.

Uma das principais diferenças é a cilindrada. Para o motor turbo ter a mesma potência do aspirador, ele pode ter uma cilindrada menor. Este motor é mais leve e o custo é mais baixo para a montadora. Além disso, esse sistema aproveita os gases de saída, para fazer o eixo girar, possui uma hélice, comprimindo o ar e dando entrada para o motor funcionar e assim efetuar a aceleração. E por conta deste tipo de operação, não precisa ter o processo de aspiração de ar.

Já o motor aspirado ele aspira o próprio ar e faz uma mistura de ar com o combustível. Para este motor ter mais potencia, pode ampliar o sistema de escape e o uso de filtro esportivo.

Sabendo disso, ao escolher o motor você precisa saber o que prioriza. O motor turbo tem mais eficiência. Porém os aspirados tem um som mais limpo e não o sistema de sobre potência entre em ação não demora tanto.


Hoje vamos ensinar o que fazer ao receber multas indevidas. O processo é demorado, mas é indicado caso você tenha razão.

Ao receber a multa de autuação informando o motivo da multa é o momento em que deve recorrer. Se esperar receber a multa com o boleto para pagamento, não consegue mais recorrer.

Você tem 60 dias a partir do momento de autuação para recorrer, o quanto antes fizer, melhor, assim evita que a autuação vire multa.

Enfim, para recorrer, você precisa acessar o site do Detran ou ir até um posto de atendimento. Solicitar o formulário de preenchimento de recursos de multa e escrever a sua defesa. Leve o RG, carteira de motorista, documento do carro e a notificação (autuação).

Após concluir esta etapa, o formulário é encaminhado ao JARI (Junta de Recursos de Infrações) e tem o prazo de até 30 dias para responder. Se for aprovado, os pontos não são debitados e você não precisa efetuar o pagamento.


Em agosto foi aprovada a lei, que proíbe aplicativos que alertam blitz e radar. Está proposta foi feita por Major Fábio, ex-deputado do PB em 2013. Eles acreditam que essas informações podem facilitar a ação de criminosos ou pessoas que estão dirigindo alcoolizadas.

A lei obriga que aplicativos como Waze, não poderão informar sobre as blitz, radares e ocorrências de transito, caso isso não ocorra, o provedor do aplicativo receberá uma multa de até R$ 50 mil e se o usuário do aplicativo informar algo, também poderá pagar a multa.

Caso algum motorista for pego utilizando algum tipo de dispositivo que informa radares, receberá uma multa no valor de R$191,54, sendo ela de infração gravíssima.

O ex-deputado também queria proibir este tipo de informação por redes sociais, mas não foi aceito, pois iria ferir o direito de liberdade de expressão.