Com o aumento do combustível, o carro flex vêm sendo a melhor opção. Mas muitos motoristas se perguntam qual garante um melhor funcionamento do motor.
As montadoras afirmam que nem gasolina nem álcool danificam o motor.  A diferença é que o álcool é um dos melhores limpadores de motos, e a gasolina é um ótimo lubrificante.
Colocar os valores na ponta do lápis é a melhor saída nesta hora. Porém, para os veículos que são de garagem é indicado o abastecimento de gasolina aditivada ou premium, pois possuem uma concentração grande de antioxidantes.
Se estiver na duvida qual combustível usar, faça uma conta simples: multiplique o valor da gasolina por 0,7 e se o valor for maior que o preço do álcool, vale a pena abastecer com álcool, caso contrário, abasteça com gasolina.
Em relação ao meio ambiente, o álcool é mais indicado, pois a gasolina comum acumula resíduos, aumentando a emissão de CO² na atmosfera.


Hoje a Reis Baterias vai te ajudar a saber sobre os mitos automotivos, confira!
Descer ladeira com o carro no ponto morto
Os carros atuais possuem injeção de combustível, então o processo de deixar o carro em porto morto não ajuda, pois o movimento das rodas já ajuda no processo de fazer o motor rodar. Sendo assim, se o motorista desengatar o carro na descida , o motor será acionado pela injeção de combustível, e isso acaba gastando mais combustível, além de não possuir segurança alguma.
Aquecer motor em dias frios
As bombas de óleo e combustível lubrificam o sistema,  quando da partida no carro, o combustível e o ar se misturam para que não haja problemas. O motor aquece em movimento, mas não esqueça de checar o reservatório de partida a frio.
Esterçar o volante com o carro parado
Fazer este movimento não causará danos imediatos, porém com o passar do tempo, pode aumentar o desgaste no conjunto. O que não pode ser feito de maneira alguma, é segura o volante quando ele atingir o ponto máximo, isso estraga a bomba.


Hoje vamos falar sobre a diferença entre os motores turbos e aspirados.

Uma das principais diferenças é a cilindrada. Para o motor turbo ter a mesma potência do aspirador, ele pode ter uma cilindrada menor. Este motor é mais leve e o custo é mais baixo para a montadora. Além disso, esse sistema aproveita os gases de saída, para fazer o eixo girar, possui uma hélice, comprimindo o ar e dando entrada para o motor funcionar e assim efetuar a aceleração. E por conta deste tipo de operação, não precisa ter o processo de aspiração de ar.

Já o motor aspirado ele aspira o próprio ar e faz uma mistura de ar com o combustível. Para este motor ter mais potencia, pode ampliar o sistema de escape e o uso de filtro esportivo.

Sabendo disso, ao escolher o motor você precisa saber o que prioriza. O motor turbo tem mais eficiência. Porém os aspirados tem um som mais limpo e não o sistema de sobre potência entre em ação não demora tanto.