DRL é uma luz diurna, que acende ao ligar o carro, mesmo que o farol esteja apagado.
A função dessa luz é a segurança no transito, porém elas dão um design diferenciado ao veículo.
Estas luzes já existem desde 1972 na Finlândia, pois era obrigatório usar no inverno, por conta do tempo nublado, deixando uma melhor visibilidade nos carros. Como a experiência deu certo, o país começou exigir no verão também.
Após várias pesquisas, discussões e exigências, o estado do Minnesota resolveu fazer um estudo próprio, onde aponta as partes positivas da DRL:
– “O uso da DRL reduz o número de acidentes diurnos em 5 a 15%. Todos os estudos apostaram redução nos acidentes, mas ela variava conforme o estudo”.
– “Os efeitos positivos do uso da DRL são maiores nos casos de acidentes fatais que nos com apenas feridos, e maiores nos acidentes com feridos do que nos com danos apenas materiais”.
– “O uso da DRL reduz consideravelmente o número de acidentes envolvendo pedestres, ciclistas e motociclistas”.

Porém no Brasil não existe nenhuma lei que obriga o uso da DRL, apenas dos faróis baixos. Existem apenas uma lei que está sendo estudada, para obrigar todos os carros fabricados a partir de 2017 terem DRL, assim valorizando a luz.


Hoje vamos dar dicas de segurança no trânsito, para motociclistas. O número de acidentes com motociclista envolvidos aumenta a cada dia. Sabendo disso, confira as dicas para evitar.

– Mantenha sempre visível, utilize roupas com detalhes reflexivos, mantenha o farol ligado sempre, não faça manobras que não possam ser percebidas por outros motoristas.
– Respeite o sinal de PARE, tome cuidado ao passar por um cruzamento.

– Não ultrapasse nas curvas, em descidas, faixas continuas, pontes, entre outros locais perigosos.

– Cuidado com o ponto cego dos outros motoristas.

– Não transite entre outros veículos.

– Não passe no farol vermelho.

– Utilize sempre o retrovisor.

– Não dirija com sono.

– Utilize setas.

– Se beber ou usar drogas, não dirija.

– Utilize capacete.