A blindagem de um veículo consiste em alguns materiais de proteção que são aplicados nos veículos. Essa aplicação é passiva, pois é uma proteção para as grandes cidades contra a violência urbana.

Hoje existem vários tipos de blindagem, de nível 1 até nível 4. As mais usadas no mercado nacional são de nível 3A. A diferença são os níveis de proteção, a de nível 3A protege de armas Magnum 44 (arma de mão mais potente do mercado), as demais também vão de cada nível de armamento.

Para se escolher uma boa blindadora, o consumidor não deve ir só pelo preço, mas sim observar todas as certificações da empresa, alvarás da prefeitura e Polícia Civil e também acompanhar a produção do seu carro, como esta sendo feita a blindagem e se os matérias que estão sendo utilizados são certificados.

Essa foi mais uma matéria da Reis Baterias para você!


Você adora viajar, passear e curtir com seu cãozinho? Para levar ele para passear ou viajar de carro, você deixa ele solto no carro ou no colo de alguém? Se você faz isso, saiba que esta fazendo tudo errado e vai contra as leis de trânsito brasileiras. O cinto de segurança em cachorros é lei, e se descumprida, pode ocasionar em multas que equivalem de R$85,00 a R$128,00.

A segurança do seu bichinho é obrigatória e muito importante tanto para ele quanto para quem está no carro. Se ele tiver aproximadamente 5 quilos e estiver sem o cinto e houver uma freada brusca, ele poderá atingir o motorista com o impacto de 100 quilos, machucando-o também. Você não vai querer que isso aconteça, vai?

Previna-se e compre um cinto para seu melhor amigo. Hoje no mercado existem alguns modelos que são adaptados e que prendem de um lado o encaixe do cinto e do outro prendem as coleiras peitorais. Existe também a opção da cadeira de assento e as caixas de transporte com ventilação, indicadas para viagens longas.

De maneira alguma utilize as coleiras de pescoço. Ela pode machucar seu amicão. A mais recomendada é a coleira peitoral.


Ao viajar com criança é preciso ter alguns cuidados. Confira nossas dicas:
Evite dar comida para crianças de até 3 anos com o veículo em movimento. Por conta de enjoo ou até mesmo se engasgar.
Crianças até 10 anos devem ser transportadas no banco de trás.
O uso da cadeira de segurança é obrigatório para crianças até dez ano ou até 1,45m. Crianças até 1 ano, de o a 13 kg devem usar bebê-conforto. Dê 1 a 4 anos, com 15 a 36kg devem usar o booster. Acima de 36kg com menos de 1,45 e até 10 anos, precisam usar o cinto de três pontos do carro.
O assento deve ser instalado corretamente, a cadeirinha não pode mover mais que 2 cm de um lado para o outro.
Dê água o suficiente para cada faixa etária. Bebês precisam de 700 a 800ml por dia.
Não deixe o carro muito quente, nem muito frio. O ar-condicionado deve estar entre 23°C e 25°C.


O mercado de blindados no Brasil vem aumentando cada vez mais, pelo fato da violência também ter crescido.  Mais de 10 mil carros já usam se estão equipados com essa proteção, sendo que 63,04% deles, são de São Paulo, e a maioria são modelos pequenos de passeio. A pergunta é, vale a pena blindar o carro?
Ao equipar o carro com o sistema de blindagem é adicionado cerca de 170 quilos a mais no carro. Podendo gastar mais combustível. Sendo recomendado em carros com motores de 1.8 para cima.
O  preço do seguro sobe até 40%. As seguradoras se justificam que se for preciso um conserto, gastará mais.
O peso dos vidros e das portas pode causar um desalinhamento das rodas e desbalancear os pneus, por conta disso, aumentará as visitas ao mecânico.


DRL é uma luz diurna, que acende ao ligar o carro, mesmo que o farol esteja apagado.
A função dessa luz é a segurança no transito, porém elas dão um design diferenciado ao veículo.
Estas luzes já existem desde 1972 na Finlândia, pois era obrigatório usar no inverno, por conta do tempo nublado, deixando uma melhor visibilidade nos carros. Como a experiência deu certo, o país começou exigir no verão também.
Após várias pesquisas, discussões e exigências, o estado do Minnesota resolveu fazer um estudo próprio, onde aponta as partes positivas da DRL:
– “O uso da DRL reduz o número de acidentes diurnos em 5 a 15%. Todos os estudos apostaram redução nos acidentes, mas ela variava conforme o estudo”.
– “Os efeitos positivos do uso da DRL são maiores nos casos de acidentes fatais que nos com apenas feridos, e maiores nos acidentes com feridos do que nos com danos apenas materiais”.
– “O uso da DRL reduz consideravelmente o número de acidentes envolvendo pedestres, ciclistas e motociclistas”.

Porém no Brasil não existe nenhuma lei que obriga o uso da DRL, apenas dos faróis baixos. Existem apenas uma lei que está sendo estudada, para obrigar todos os carros fabricados a partir de 2017 terem DRL, assim valorizando a luz.


Hoje vamos dar dicas de segurança no trânsito, para motociclistas. O número de acidentes com motociclista envolvidos aumenta a cada dia. Sabendo disso, confira as dicas para evitar.

– Mantenha sempre visível, utilize roupas com detalhes reflexivos, mantenha o farol ligado sempre, não faça manobras que não possam ser percebidas por outros motoristas.
– Respeite o sinal de PARE, tome cuidado ao passar por um cruzamento.

– Não ultrapasse nas curvas, em descidas, faixas continuas, pontes, entre outros locais perigosos.

– Cuidado com o ponto cego dos outros motoristas.

– Não transite entre outros veículos.

– Não passe no farol vermelho.

– Utilize sempre o retrovisor.

– Não dirija com sono.

– Utilize setas.

– Se beber ou usar drogas, não dirija.

– Utilize capacete.